Teclados

Portal/IDB/icon-wiki-portal.png

Portal de teclados do wiki do Debian. Este portal cobre todos os aspectos sobre configuração de teclados no Debian.

Configuração do teclado

Para configurar o teclado, você deve instalar o pacote keyboard-configuration. O pacote console-setup também é necessário.

A configuração do teclado é armazenada no arquivo /etc/default/keyboard, o qual é disponibilizado pelo pacote keyboard-configuration. Outros pacotes usam essa informação para configurar o teclado no console ou no Sistema de Janelas X.

Você pode mudar suas configurações do teclado usando:

# dpkg-reconfigure keyboard-configuration
# service keyboard-setup restart

Como usual, ele perguntará pelo modelo do teclado (qual teclado *é*), e então o layout do teclado (o que as teclas devem *fazer*). Use essa ferramenta para mudar o mapa de seu teclado, por exemplo de QWERTY para QWERTZ ou para Dvorak, ou para layouts não ingleses.

Para aplicar as novas configurações, deve ser o suficiente reiniciar o serviço keyboard-setup. Caso contrário, tente reiniciar o kernel através do sistema de entrada pelo udev:

  • udevadm trigger --subsystem-match=input --action=change

ou reinicie o sistema operacional inteiro.

Você também pode editar manualmente o arquivo /etc/default/keyboard, aqui tem um exemplo:

# KEYBOARD CONFIGURATION FILE

# Consult the keyboard(5) manual page.

XKBMODEL="pc105"
XKBLAYOUT="us,de,fr,ua,ru"
XKBVARIANT=""
XKBOPTIONS="grp:alt_shift_toggle"

BACKSPACE="guess"

Veja também:

Como configurar o layout do teclado no initramfs

A seção apropriada do /etc/initramfs-tools/initramfs.conf precisa ser mudada para ter o layout localizado do teclado no início da máquina:

#
# KEYMAP: [ y | n ]
#
# Load a keymap during the initramfs stage.
#

KEYMAP=y

Aplique as mudanças:

# update-initramfs -u

Como habilitar o teclado USB no initramfs

O initramfs-tools deve incluir o módulo usbhid e suas dependências para suportar o teclado USB na inicialização da máquina. De qualquer forma, o arquivo de configuração /etc/initramfs-tools/conf.d/driver-policy deve incluir a maioria dos módulos, ou estes devem ser especificados em outro arquivo:

#
# MODULES: [ most | netboot | dep | list ]
#
# most - Add most filesystem and all harddrive drivers.
#
# dep - Try and guess which modules to load.
#
# netboot - Add the base modules, network modules, but skip block devices.
#
# list - Only include modules from the 'additional modules' list
#

MODULES=most

Se a configuração acima não incluir a maioria dos módulos, os módulos necessários devem ser especificados no arquivo /etc/initramfs-tools/modules:

# USB keyboard at boot
usbcore
uhci_hcd
ehci_hcd
usbhid

Aplique as mudanças:

# update-initramfs -u

Como mudar o layout do teclado no X11 / ambiente de trabalho gráfico ou console ttyX

GNOME

O layout do teclado pode ser alterado em Settings -> Region & Languages -> Input Sources. Também é possível alterá-lo via CLI usando dconf/gsettings e adicionando chaves a /org/gnome/desktop/input-sources/sources.

Para versões anteriores à Stretch, esses layouts incluem idiomas e dialetos de minorias, bem como configurações muito específicas, e estão ocultos por padrão na interface gráfica.

A única maneira de torná-los visíveis é habilitar a configuração correspondente no gconf:

$ gsettings set org.gnome.desktop.input-sources show-all-sources true

Para mais informações sobre essa questão, consulte https://bugzilla.gnome.org/show_bug.cgi?id=682240.

KDE

O KDE faz isso via Configurações do Sistema/Hardware/Dispositivos de Entrada/Teclado - A maioria das pessoas que usa dois idiomas simplesmente seleciona o modelo de teclado correto e, em seguida, vai para a guia de layout e seleciona inglês (combinação de Unicode ?AltGr Internacional dos EUA, alternativa).

Use seu miniaplicativo favorito de desktop como alternador de layout de teclado.

Genérico / Console

Para ativar as configurações alteradas em /etc/default/keyboard sem reinicializar, execute setupcon(1).

Genérico / Terminal

Você também pode mudar o layout do teclado a partir do terminal, por exemplo:

$ setxkbmap de
$ setxkbmap fr
$ setxkbmap us

É de especial interesse para usuários(as) de teclado com layout dos Estados Unidos (us) a variação altgr-intl (providencia um mapeamento de teclas pelo AltGr de vários para tremas e símbolos especiais):

$ setxkbmap -rules evdev -model evdev -layout us -variant altgr-intl

ou

$ setxkbmap -model pc105 -layout us -variant altgr-intl

Para configurar uma tecla para mudar entre várias configurações de layout do teclado, veja a opção XkbOptions na seção InputClass dentro da coleção de arquivos de configuração do xorg (veja [SOLVED] Setxkbmap .xinitrc).

Solução de problemas

Se as alterações em /etc/default/keyboard não forem aplicarem após a reinicialização, é possível que as alterações estejam sendo substituídas pelo gsettings. Por exemplo, se XKBOPTIONS definido em /etc/default/keyboard não estiver funcionando, verifique usando:

gsettings get org.gnome.desktop.input-sources xkb-options

e redefina se necessário:

gsettings reset org.gnome.desktop.input-sources xkb-options

Às vezes, o IBus também pode substituir as configurações de /etc/default/keyboard. A caixa de diálogo de configuração do teclado no GNOME 3 modificará a configuração do IBus diretamente, mas para usuários(as) de outros ambientes X, pode-se usar o comando ibus-setup para modificar as configurações do IBus. Para forçá-lo a aceitar as configurações de /etc/default/keyboard, execute ibus-setup, vá para a guia Avançado e marque Usar layout de teclado do sistema.


Veja também