Se está pensando em mudar do Windows para o Debian, há algumas medidas que deve tomar para o ajudar numa transição regular e confortável.

Mude para aplicações de código aberto ou gratuitas

-> Começe por instalar e usar software gratuito e open-source no Windows, como por exemplo o [http://wiki.debian.org/OpenOffice OpenOffice], o [http://wiki.debian.org/AbiWord ?AbiWord], [http://wiki.debian.org/GIMP GIMP], [http://wiki.debian.org/VLC VLC], [http://wiki.debian.org/Firefox Firefox] ou [http://wiki.debian.org/Mozilla Mozilla], Thunderbird ou Evolution, [http://wiki.debian.org/Gaim GAIM], Audacity e Scribus.

Utilize um live-cd para começar a explorar o Linux

Recorra à técnica de uso do [http://wiki.debian.org/DebianLive DebianLive], uma versão do Debian Linux compilada em CD que pode ser carregada sem ser preciso instalar o sistema operacional no disco rígido. Tudo o que precisa é de uma [http://wiki.debian.org/BIOS BIOS] que permita iniciar o boot de um CD e carregar através de um CD. A partir daí, está dentro do Linux e pode explorá-lo à vontade sem ser necessário remover por completo o Windows (praticamente todos os computadores têm placas-mãe compatíveis com CD's de boot, só os computadores MUITO antigos é que não).

Faça com que o Windows partilhe o computador com o Debian

Tenha o Debian e o Windows instalados no mesmo computador, dando-lhe a possibilidade de escolher, quando liga o computador, qual dos sistemas operativos quer iniciar (o famoso dual-boot). Este tipo de instalação pode ser feito com o CD normal do Debian ([http://www.debian.org/CD/ CD's / DVD's]), não é preciso nenhum CD ou DVD de instalação especiais. Pode ser encontrada mais informação acerca de dual-booting na [http://en.wikipedia.org/wiki/Dual_boot Wikipedia].

Utilize outro computador para testar o Linux

Muitas vezes é difícil adaptar-nos ao novo ambiente do sistema operacional Debian Linux. Com outro computador você pode formatar e instalar o Debian à vontade, sem se preocupar com o Windows.

Ter um segundo computador é também mais aconselhável para quem quiser executar um servidor o tempo inteiro. Deste modo, o servidor não será parado cada vez que der boot para o Windows. Para além disso, pode acessar a maquina Linux e controlá-la através de outro computador com Windows. Se tem um segundo computador, pode ser mais fácil partilhar o monitor, o teclado e o mouse com um switch KVM do que arranjar outra mesa para um outro computador, e ter espaço para outro computador.

Com um switch KVM, pode alternar entre cada computador pressionando uma combinação pré-definida de teclas no seu teclado. É como se se tivesse levantado e sentado noutra cadeira em frente ao outro computador. Um switch KVM anda à volta dos $10US até aos $60US (moeda dos Estados Unidos). Também há modelos com mais portas à venda.

Se está experimentando o ambiente Debian, seja justo nas comparações que faz com o Windows. Use um computador inferior ao que usa para Windows, pois com Debian Linux as probabilidades de travar uma máquina são mínimas, e até pode testar e criar um servidor.

Ver também

[http://wiki.debian.org/WindowsAndLinux Windows e Linux]

[http://www.redhat.com/docs/manuals/linux/RHL-9-Manual/getting-started-guide/ch-doslinux.html Comparações entre comandos DOS e Linux]

[http://www-128.ibm.com/developerworks/linux/library/l-gloss/index.html Glossário do Linux para utilizadores Windows]

[http://enterprise.linux.com/article.pl?sid=04/07/23/2219257 Linux.Com | Manual de migração de Windows para Linux]