Differences between revisions 28 and 29
Revision 28 as of 2021-09-09 20:18:41
Size: 13898
Editor: ThiagoPezzo
Comment: updating page: display managers
Revision 29 as of 2021-09-09 20:37:12
Size: 15746
Editor: ThiagoPezzo
Comment: updating page: installing desktop environments
Deletions are marked like this. Additions are marked like this.
Line 62: Line 62:
Mais informações: [[DisplayManager|Gerenciador de exibição]] Mais informações: [[DisplayManager|Gerenciador de exibição]].

== Servidores de exibição ==

Atualmente, a maior parte dos ambientes de área de trabalho se baseiam no [[Xorg]] (Sistema de Janelas X) e eventualmente suportarão o [[Wayland]] no futuro.
Line 66: Line 70:
== Instalação de um ambiente de desktop == <<Anchor(dide)>>
== Instalação de um ambiente de área de trabalho ==
Line 68: Line 73:
Primeiro, durante a instalação do Debian, o instalador oferece a escolha de qual Desktop Environment instalar, você também pode instalar nenhum, se você não quiser nenhum ambiente gráfico ou preferir instalá-lo mais tarde. Durante a instalação do Debian, o instalador oferece a escolha de qual ambiente de área de trabalho instalar. Se preferir instalá-lo após iniciar seu novo SO, recuse todas as ofertas, desmarcando "Ambiente de área de trabalho Debian".
Line 70: Line 75:
Depois, instalar outro ambiente de desktop é tão simples quanto instalar um único pacote. Para alguns ambientes de desktop, você tem escolha entre vários meta-pacotes, dependendo se você deseja instalar um conjunto mínimo ou a maioria do software que vem com o ambiente. Por favor, consulte a página específica para o Desktop Environment que você deseja instalar para obter uma descrição desses meta-pacotes. Um(a) usuário(a) no Debian 10 (buster) ou no Debian 11 (bullseye) vai ser apresentado(a) ao seguinte menu:

{{{
[*] Ambiente de área de trabalho Debian
[ ] GNOME
[ ] Xfce
[ ] KDE Plasma
[ ] Cinnamon
[ ] MATE
[ ] LXDE
[ ] LXQt
}}}

 * Aceitar a seleção acima instalará o ambiente de área de trabalho GNOME.
 * Ao deixar marcada a opção "Ambiente de área de trabalho Debian", outra entrada, como GNOME, pode ser selecionada. Isto instalará a opção desejada.
 * Desmarcar ''Ambiente de área de trabalho Debian'' e selecionar qualquer outra opção resulta na instalação dessa opção.

Para explicações sobre este comportamento, dê uma olhada na linha ''Recommends:'' (recomendações) em `apt show task-desktop`.

{{{
Recommends: task-gnome-desktop | task-xfce-desktop | task-kde-desktop | task-lxde-desktop
            | task-cinnamon-desktop | task-mate-desktop | task-lxqt-desktop
}}}

 * O "Ambiente de área de trabalho Debian" instala o task-desktop e requer um dos pacotes listados acima. Se nenhum deles está no sistema, o primeiro da lista, task-gnome-desktop, será instalado para preencher a dependência. Esta é a situação quando um(a) usuário(a) aceita somente a opção "Ambiente de área de trabalho Debian".

 * Olhando para `apt show task-mate-desktop`, vemos que depende de task-desktop e mate-desktop-environment. Marcando MATE, com ou sem a marcação de "Ambiente de área de trabalho Debian", a dependência da linha ''Recommends:'' do task-desktop será satisfeita e instalará o MATE em vez do GNOME.

A seguir, instalar outro ambiente de área de trabalho é tão simples quanto instalar um único pacote. Para alguns ambientes de desktop você tem a escolha entre vários metapacotes, dependendo do seu desejo de instalar um conjunto mínimo ou a maioria do software que vem com o ambiente. Por favor, consulte a página específica do ambiente de área de trabalho que você deseja instalar para obter uma descrição desses metapacotes.
Line 73: Line 106:
 * Manual do Administrador Debian: [[https://www.debian.org/doc/manuals/debian-handbook/sect.customizing-graphical-interface.en.html|Customizing the Graphical Interface]]
 * Manual de Referência Debian: [[https://www.debian.org/doc/manuals/debian-reference/ch07.en.html#_key_packages|The X Window System: Key packages]] (Chapters 7.1, 7.2)}}}
 * Manual do(a) Administrador(a) Debian: [[https://www.debian.org/doc/manuals/debian-handbook/sect.customizing-graphical-interface.pt.html|Customizing the Graphical Interface]]
 * Manual de Referência Debian: [[https://www.debian.org/doc/manuals/debian-reference/ch07.pt.html#_key_packages|The X Window System: Key packages]] (Chapters 7.1, 7.2)}}}
Line 76: Line 109:
A instalação de um novo Ambiente de Desktop o disponibilizará para o seu sistema, mas você ainda precisará configurar sua sessão de usuário (veja abaixo) para executá-lo. A instalação de um novo ambiente de área de trabalho o disponibilizará para o seu sistema, mas você ainda precisará configurar sua sessão de usuário(a) (veja abaixo) para executá-lo.

Traduções: العربية - বাংলা-(Bengali) - Deutsch - Ελληνικά - English - Español - Français - עברית (Hebrew) - Italiano - 한국어 - Polski - Português (Brasil) - Русский - Svenska - தமிழ் (Tamil) - 简体中文 -සිංහල-(Sinahala)


Portal/IDB/icon-display-32x32.png O Debian suporta todos os tipos de ambientes gráficos, desde ambientes de área de trabalho completos até alternativas mais leves, e mesmo gerenciadores de janelas minimalistas, mas poderosos.

Um ambiente de área de trabalho provê uma suíte coerente de aplicações em termos de aparência, funcionalidade e usabilidade.

Componentes da área de trabalho

Ambiente de trabalho

https://screenshots.debian.net/package/gnome

O projeto GNOME oferece duas coisas: o ambiente de área de trabalho GNOME, um desktop intuitivo e atraente para os(as) usuários(as), e a plataforma de desenvolvimento GNOME, uma estrutura abrangente para a criação de aplicativos que se integram ao restante da área de trabalho.

https://screenshots.debian.net/package/kde-standard

?pt_BR/Plasma da KDE é um poderoso ambiente de desktop gráfico de código aberto para estações de trabalho Unix. Ele combina facilidade de uso, funcionalidade contemporânea e excelente design gráfico com a superioridade tecnológica do sistema operacional Unix.

https://screenshots.debian.net/package/xfce4

Xfce é um ambiente de desktop leve para vários sistemas *NIX. Projetado para produtividade, ele carrega e executa aplicativos rapidamente, enquanto conserva os recursos do sistema.

https://screenshots.debian.net/package/lxde

?LXDE foi projetado para funcionar bem com computadores na extremidade inferior do espectro de desempenho, como máquinas antigas com recursos restritos, netbooks de nova geração e outros computadores pequenos.

https://screenshots.debian.net/package/mate-desktop

?MATE é a continuação do GNOME 2. Ele fornece um ambiente de área de trabalho intuitivo e atraente usando metáforas tradicionais para Linux e outros sistemas operacionais semelhantes ao Unix.

Outros ambientes de desktop disponíveis no Debian incluem Cinnamon, LXQt, Budgie, Enlightenment, FVWM-Crystal, GNUstep/Window Maker, Sugar Notion WM e possivelmente outros.

Outros ambientes de desktop não disponíveis no Debian incluem Unity (1 2), Pantheon, ROX, Equinox/EDE, Étoilé, CDE, Artemis, Durden, Trident, Lumina e outros.

Gerenciadores de janelas

Como o próprio nome diz, os gerenciadores de janela (window managers) controlam o layout, a aparência e as formas de interagir com as janelas do ambiente. Embora alguns gerenciadores de janelas possam fazer parte de seu ambiente de área de trabalho, alguns (como os gerenciadores de janelas em mosaico - tiling) também funcionam de maneira independente e foram projetados para essa finalidade.

https://screenshots.debian.net/package/openbox

Openbox é um gerenciador de janelas leve e altamente configurável com amplo suporte a padrões. É bem conhecido por sua aparência minimalista.

https://screenshots.debian.net/package/fluxbox

FluxBox é um gerenciador de janelas para o X que foi baseado no código do Blackbox 0.61.1. É muito leve em recursos e fácil de manusear, ainda que repleto de recursos, para criar uma experiência de desktop fácil e extremamente rápida.

https://screenshots.debian.net/package/compiz

Compiz é um gerenciador de janelas de composição para o X Window System que usa hardware de gráficos 3D para criar efeitos rápidos de área de trabalho de composição para gerenciamento de janelas.

Pesquise por gerenciadores de janela usando Debtags: x11::window-manager.

Gerenciadores de janela em mosaico (tiling)

Os gerenciadores de janelas em mosaico (tiling) fornecem uma maneira de controlar o comportamento das janelas, colocando-as lado a lado e ocupando facilmente toda a tela.

https://screenshots.debian.net/package/wmii

Wmii é um gerenciador de janelas dinâmico para o X11. Ele suporta o gerenciamento de janelas clássico e em mosaico, com controle remoto estendido de teclado, mouse e sistema de arquivos. Ele substitui o paradigma do espaço de trabalho por uma nova abordagem de marcação.

https://screenshots.debian.net/package/awesome

Awesome é um gerenciador de janelas dinâmico para o X11. Ele suporta o gerenciamento de janelas em mosaico com teclado estendido e mouse, e é programável em Lua. Inclui muitos complementos que podem torná-lo muito poderoso. Ele substitui o paradigma do espaço de trabalho por uma nova abordagem de janelas lado a lado, não sobrepostas.

https://screenshots.debian.net/package/i3-wm

i3

https://screenshots.debian.net/package/dwm

Dwm

Gerenciadores de exibição

No Sistema de Janelas X (X Window System), um gerenciador de exibição X é um gerenciador de login gráfico que inicia uma sessão em um servidor X a partir do mesmo ou de outro computador. Um gerenciador de exibição (display manager) apresenta ao(à) usuário(a) uma tela de login. Uma sessão começa quando um(a) usuário(a) insere com sucesso uma combinação válida de nome de usuário(a) e senha.

Mais informações: Gerenciador de exibição.

Servidores de exibição

Atualmente, a maior parte dos ambientes de área de trabalho se baseiam no Xorg (Sistema de Janelas X) e eventualmente suportarão o Wayland no futuro.

Como funciona?

Instalação de um ambiente de área de trabalho

Durante a instalação do Debian, o instalador oferece a escolha de qual ambiente de área de trabalho instalar. Se preferir instalá-lo após iniciar seu novo SO, recuse todas as ofertas, desmarcando "Ambiente de área de trabalho Debian".

Um(a) usuário(a) no Debian 10 (buster) ou no Debian 11 (bullseye) vai ser apresentado(a) ao seguinte menu:

[*] Ambiente de área de trabalho Debian
[ ] GNOME
[ ] Xfce
[ ] KDE Plasma
[ ] Cinnamon
[ ] MATE
[ ] LXDE
[ ] LXQt
  • Aceitar a seleção acima instalará o ambiente de área de trabalho GNOME.
  • Ao deixar marcada a opção "Ambiente de área de trabalho Debian", outra entrada, como GNOME, pode ser selecionada. Isto instalará a opção desejada.
  • Desmarcar Ambiente de área de trabalho Debian e selecionar qualquer outra opção resulta na instalação dessa opção.

Para explicações sobre este comportamento, dê uma olhada na linha Recommends: (recomendações) em apt show task-desktop.

Recommends: task-gnome-desktop | task-xfce-desktop | task-kde-desktop | task-lxde-desktop
            | task-cinnamon-desktop | task-mate-desktop | task-lxqt-desktop
  • O "Ambiente de área de trabalho Debian" instala o task-desktop e requer um dos pacotes listados acima. Se nenhum deles está no sistema, o primeiro da lista, task-gnome-desktop, será instalado para preencher a dependência. Esta é a situação quando um(a) usuário(a) aceita somente a opção "Ambiente de área de trabalho Debian".
  • Olhando para apt show task-mate-desktop, vemos que depende de task-desktop e mate-desktop-environment. Marcando MATE, com ou sem a marcação de "Ambiente de área de trabalho Debian", a dependência da linha Recommends: do task-desktop será satisfeita e instalará o MATE em vez do GNOME.

A seguir, instalar outro ambiente de área de trabalho é tão simples quanto instalar um único pacote. Para alguns ambientes de desktop você tem a escolha entre vários metapacotes, dependendo do seu desejo de instalar um conjunto mínimo ou a maioria do software que vem com o ambiente. Por favor, consulte a página específica do ambiente de área de trabalho que você deseja instalar para obter uma descrição desses metapacotes.

A instalação de um novo ambiente de área de trabalho o disponibilizará para o seu sistema, mas você ainda precisará configurar sua sessão de usuário(a) (veja abaixo) para executá-lo.

Sessões

As sessões geralmente são gerenciadas pelo Display Manager, que se baseia na Xsession.

A maioria dos gerentes de exibição permite que você selecione qual Ambiente de Área de Trabalho / Gerenciador de Janelas você deseja executar na próxima sessão e, eventualmente, torná-lo padrão.

Se você não quiser executar um Gerenciador de Vídeo para gerenciar suas sessões, considere usar nodm - você pode estar confortável apenas usando um screen locker (eg. XScreensaver, slock) para bloquear suas sessões manualmente em vez de esperar que ele insista no nome de usuário mais a senha para entrar. Isso provavelmente é inadequado para servidores, mas pode ser aceitável para o sistema inicial de um usuário, assumindo que não há problemas de confiança familiar.

Se você não tiver nenhum Gerenciador de Exibição instalado, ainda poderá iniciar o Ambiente X a partir do console com o comando startx, que é uma chamada para xinit.

Tema e personalização

A maneira mais fácil de personalizar seu ambiente é instalar temas criados para o seu D.E. de vocêGerenciador de pacotes.

Outras personalizações são possíveis editando as configurações dos Toolkits Gráficos, como GTK2, GTK3, ou alterando diretamente as configurações do aplicativo.

Alguns terminais como o xterm e o urxvt fazem uso de Xresources para controlar sua aparência e funcionalidades.

Pesquisar Temas X11 com Debtags: x11::theme.

Fontes

Saiba mais sobre como obter as Fontes, para renderização de fontes e outros problemas.

Problemas comuns

Ambientes heterogêneos

Embora o propósito de um desktop seja fornecer um conjunto coerente de aplicativos, é provável que você misture aplicativos provenientes de vários desktops que usam vários kits de ferramentas gráficas, com o inconveniente de não estarem bem integrados.

Obter uma aparência uniforme entre seus aplicativos pode ser desafiador e depende de soluções alternativas, como o uso de temas especificamente criados para parecerem semelhantes entre vários ambientes e aplicativos.

Alguns recursos, como os menus da área de trabalho, podem ser compartilhados, principalmente para ambientes que seguem as diretrizes FreeDesktop (XDG).

Aplicações padrão

Ter vários aplicativos com o mesmo propósito levará a uma concorrência para a qual o software deve ser aberto ao manipular seus arquivos. Existem vários mecanismos para controlar esses aplicativos e configurações padrão.

Recursos

Usuário final

Cross-theming

  • qt5-gtk-platformtheme : pode ajudar a ter aparência semelhante com aplicativos QT5 em ambientes GTK

  • Base16 : diretrizes para criar temas semelhantes para várias aplicações.

Contribuindo


FixMe: página desatualizada.


CategoryPortal | CategoryDesktopEnvironment