Traduções: English - Español - Français - Italiano - Svenska - Português (Brasil) - Русский - Українська - 简体中文(Chinese)

Versões do Debian > Debian Teste (Testing)


Debian teste (testing)

Como a Debian teste (testing) funciona

Os pacotes da versão Debian instável (unstable) entram automaticamente na versão próxima-estável teste (testing) quando uma lista de pré-requisitos é alcançada:

Para mais informações detalhadas, veja a página web oficial da versão Debian teste (testing): https://www.debian.org/devel/testing.pt.html

Esses requerimentos devem assegurar que os pacotes da próxima-estável teste (testing) sejam tanto razoavelmente atuais quanto estejam em um bom estado funcional. Ainda assim, às vezes, especialmente quando pacotes estão sendo reestruturados, pacotes que não estão prontos para lançamento podem ser colocados na versão próxima-estável. Então, permanece alguma diversão em usar uma distribuição de desenvolvimento em constante evolução.

Como usar a (próxima-estável) versão teste (testing)

A primeira coisa é avaliar o atual estado da teste (testing). Dê uma olhada nos tópicos recentes no arquivo da lista de discussão debian-testing (em inglês) e na página wiki Status/Testing. Além de usar esses recursos específicos, você também pode usar as listas de discussão genéricas debian-user e debian-devel (em inglês), ou debian-user-portuguese em português, os canais IRC #debian ou #debian-next (em inglês) e #debian-br em português, e claro o rastreador de bugs do Debian. Você também pode dar uma olhada em DebianDesktopHowTo (em inglês).

Como instalar a (próxima-estável) versão teste (testing) do Debian

O modo confiável de instalar a teste (testing) do zero é fazer uma instalação mínima com o instalador da versão estável (stable) e então atualizar da versão estável para a teste (testing) (veja abaixo).

Também existem imagens de construções semanais e de construções diárias disponíveis, que permitem que você instale diretamente a teste (testing) do Debian. Algumas delas são imagens ISO netinstall que requer conexão de internet durante a instalação.

Alternativamente, você poderia usar a imagem da teste (testing) do debian-installer, mas note que o instalador da teste (testing) é mais para testar o instalador do que para instalar a versão teste (testing). Os bugs no instalador da teste (testing) devem ser registrados contra o pseudopacote debian-installer.

Como atualizar a (próxima-estável) versão teste (testing) do Debian

<!>

Por favor, sempre atualize para a versão teste (testing) do Debian a partir da atual versão estável (stable). A atualização a partir da oldstable (versão estável anterior) não é suportada e pode ocasionar erros inesperados.

Para atualizar para a teste (testing) da atual estável (stable), se você já tem instalada a versão estável (stable):

  1. Edite suas fontes do apt, alterando 'stable' (ou buster, o codinome atual da estável) para 'testing' (ou bullseye, o codinome atual para o próximo lançamento estável).

  2. Remova, desabilite ou coloque em comentário suas fontes do apt das atualizações de segurança da estável (qualquer coisa que conste security.debian.org).

  3. Remova, desabilite ou coloque em comentário qualquer outra fonte do apt específica à estável, como *-backports ou *-updates.
  4. Verifique se sua instalação não está fixa em uma versão específica em /etc/apt/apt.conf.d/00default-release

O codinome da próxima versão estável, por exemplo "bullseye", rastreará "bullseye" através de sua transição em "stable" (estável) e posteriormente em oldstable, enquanto "testing" (teste) se manterá após uma nova versão estável. Se você preferir acompanhar o lançamento da Bullseye ao se tornar estável (stable), atualize suas fontes do apt substituindo "stable" ou "testing" com "bullseye".

<!>

Se você estiver acompanhando a teste (testing) ou o codinome da próxima-estável, você deverá sempre ter uma entrada correspondente deb http://security.debian.org <"testing" ou codinome>-security main em suas fontes do apt. Veja este item do FAQ.

Após instalar ou ajustar as fontes do software, execute apt update && apt upgrade regularmente para obter novas versões e atualizações de segurança. Se você notar que alguns pacotes não são atualizados, você também deve tentar apt full-upgrade, mas esteja ciente de que este comando também instalará ou removerá pacotes, então verifique cuidadosamente todas as ações propostas antes de proceder.

Boas práticas para usuários(as) da teste (testing)/Sid

Por favor, dê uma olhada em as melhores práticas para usuários(as) da teste (testing)/instável (unstable), em inglês, e considere implementá-las.

Melhores práticas para usuários(as) da teste (testing)

É uma boa ideia incluir a instável (unstable) e a experimental em suas fontes do apt para que você tenha acesso a pacotes mais novos quando necessário. Com a configuração APT::Default-Release apt config ou com apt pinning você pode ter pacotes da teste (testing) por padrão, mas se você manualmente atualizar alguns pacotes para a instável (unstable) ou experimental, você obterá atualizações daquelas suítes até que aqueles pacotes migrem para a instável (unstable) ou teste (testing). O apt pinning precisa de prioridades mais baixas que 990 e iguais ou maiores que 500 para que isto funcione corretamente. Você também pode usar o apt pinning para fixar alguns pacotes para a instável (unstable)/experimental que você sempre quer que estejam na última versão.

É uma boa ideia instalar atualizações de segurança da instável (unstable) já que elas levam um período maior para alcançar a teste (testing), e o time de segurança somente lança atualizações para a instável (unstable). Se você tem a instável (unstable) em suas fontes do apt, mas fixadas mais baixo que a teste (testing), você pode automaticamente adicionar "pinnings" temporários para pacotes com problemas de segurança fixos na instável (unstable) usando a saída do debsecan.

Considerações

Um exemplo do tipo de quebras temporárias que podem ocorrer na versão próxima-estável teste (testing) era a atualização de perl-5.6.0 para perl-5.6.1, que fazia com que o perl fosse incapaz de encontrar seus módulos se eles fossem de um pacote construído com perl-5.6.0. Contudo, ao configurar a variável de ambiente PERL5LIB para /usr/lib/perl/5.6.0 manualmente, podia-se resolver o problema mesmo antes do pacote corrigido entrar na teste (testing).

A teste (testing) muda muito mais frequentemente que a estável (stable), mas não tão loucamente quanto a instável (unstable), então espere que novas versões estáveis de programas que você usa sejam instaladas tão logo quanto elas estejam prontas para a versão próxima-estável teste (testing), exceto quanto a teste (testing) fica "congelada" para se preparar para o lançamento iminente da estável (stable). Veja também DebianStability (em inglês).

Comparada à estável (stable) e à instável (unstable), a versão próxima-estável teste (testing) tem a pior velocidade de atualizações de segurança. Não prefira a teste (testing) se segurança é importante para você.

Você pode ver qual distribuição um apelido (alias) está acompanhando ao olhar para o arquivo Release; por exemplo:

Se você quer saber porque um pacote (ou uma versão particular dele) ainda não está na teste (testing), veja as justificativas do pacote para migração para a teste (testing). justificativas do pacote para migração para a teste (testing).

Como a ''teste (testing)'' se torna a nova versão ''estável (stable)''?

veja DebianReleaseFAQ (em inglês).

Veja também


CategoryRelease