Translation(s): English - Português


L4 é uma família de microkernels que procura oferecer performance melhorada sobre as implementações dos primeiros kernels. Foi considerada no passado a base do the Hurd, com esforços dirigidos a uma "nova geração" the Hurd inicialmente focados em L4. As insatisfações com as implementações dos primeiros L4 encaminharam o trabalho para noutros microkernels experimentais que ultimamente não levaram a nada.

Outro aspecto das primeiras implementações L4 consideravelmente insatisfatório foi a falta de suporte de capacidade. As últimas implementações L4 remediaram este facto, mas a atenção tinha já sido virada para os microkernels experimentais, sendo vistos como necessários para resolver os problemas de gestão de resurcos identificados nos microkernels tradicionalmente utilizados por the Hurd e também detectados nos outros microkernels. Esta mudança orientada para o desenvolvimento mudou as atenções para longe do L4 e - discutivelmente - para longe de tentativas de rever o trabalho do the Hurd. Nestas matérias, Richard Stallman referiu aparentemente "continuar a mudar as plataformas significa que nunca vamos ter isto pronto".

As primeiras implementações do L4 incluem as L4Ka project (Pistachio, Hazelnut), as UNSW's DiSy group (L4/Alpha, L4/MIPS), e as TU Dresden (Fiasco). Todas estas foram largamente suplantadas por implementações mais recentes como Fiasco.OC e seL4. A página de L4HQ kernels fornece uma linha de tempo informativa sobre implementações relacionadas com o kernel L4.

Veja também